E-commerce 2022: 7 aspetos a considerar na hora de escolher uma plataforma

A plataforma de e-commerce está na base do sucesso da sua loja virtual. Leia o nosso artigo para saber quais os aspetos que deve considerar na hora de escolher a solução certa para o seu negócio.

E-commerce 2022: 7 aspetos a considerar na hora de escolher uma plataforma

Com a multiplicidade de ofertas no mercado, escolher a plataforma de e-commerce para lançar ou atualizar a sua loja online pode revelar-se uma árdua tarefa. Contudo, esta decisão deve ser tomada de forma ponderada, após analisar as várias opções disponíveis, já que precisa da plataforma certa para alicerçar o sucesso do seu negócio online.

A plataforma de e-commerce que escolher será a base da sua loja virtual e vai ditar a sua capacidade de promover o seu negócio, atrair clientes, potencializar e maximizar as vendas, oferecer uma boa experiência de compra e fidelizar os seus clientes.

Precisa, por isso, de uma solução que lhe ofereça os recursos essenciais para potencializar o seu negócio, desde integrações com vários canais de venda até à disponibilização de vários métodos de envio e pagamento.

Embora existam vários fatores a considerar, de entre eles, o valor do serviço, sugerimos que faça uma análise mais abrangente de acordo com o perfil do seu negócio e apresentamos os aspetos que consideramos cruciais para a escolha da melhor plataforma de e-commerce para o seu negócio.

no_computador

Principais tipos de plataformas de e-commerce

Soluções SaaS

As plataformas de e-commerce SaaS operam no modelo software-as-a-service, o que quer dizer que o software é disponibilizado como um serviço acessível através da internet.

Esta solução disponibiliza o software completo ao lojista, pronto a utilizar e com várias funcionalidades de vendas e gestão. Normalmente, estes serviços são contratados mediante subscrição. A Jumpseller, por exemplo, disponibiliza a sua plataforma de e-commerce neste modelo.


Open Source

As soluções open source são disponibilizadas em código aberto. Na prática, qualquer pessoa pode utilizar a sua estrutura como base para criar uma loja virtual e personalizá-la.

Por norma, o download e o uso do código são gratuitos. No entanto, é comum haver custos de implementação e customização associados à codificação e bancos de dados.

Dentro desta categoria, existem dois tipos de solução: código totalmente aberto e código aberto para instalar módulos dentro de um site que permite vendas.


On-premise (plataformas licenciadas)

As soluções on-premise são criadas por empresas de software como a IBM e a Oracle e cedidas através de uma licença de utilização. Neste caso, os lojistas adquirem a propriedade da plataforma, que é instalada nos seus servidores e desenvolvida pela sua equipa.

Devido ao seu preço elevado e custos de implementação e manutenção, são geralmente recomendadas a grandes empresas apenas.

plataforma

Aspetos a considerar na hora de escolher a sua plataforma de e-commerce

1. Temas personalizáveis/versáteis

O layout do seu e-commerce funciona como uma montra para a sua loja, contribuindo de forma determinante para a experiência de compra. Assim, é necessário torná-la atrativa e personalizada para atrair e encantar os visitantes e convertê-los em clientes.

A disponibilização de temas versáteis que podem ser modificados e personalizados é essencial para ter imagem da sua loja online alinhada com a identidade da sua marca.


2. Integrações locais de qualidade

Outro aspeto importantíssimo na hora de escolher a sua plataforma de e-commerce é a quantidade/qualidade das integrações disponibilizadas ao nível das gateways de pagamento, ERP, CRM, WMS, marketplaces, redes sociais e ferramentas de reporting.

No caso das plataformas SaaS, como a Jumpseller, as integrações mais comuns são desenvolvidas pelas próprias plataformas e disponibilizadas na forma de aplicações ou módulos.

Especialmente a disponibilização de métodos de envio e pagamento locais, que normalmente são um factor decisivo para um comprador não abandonar o carrinho de compras a meio do pedido e ter confiança na marca.

A escolha dos parceiros para integração deve, por isso, ser também avaliada no sentido de se perceber qual o valor acrescentado das opções disponíveis.

A Jumpseller tem uma preocupação acrescida com esta vertente da sua plataforma, escolhendo sempre parceiros cujas soluções oferecem reais vantagens aos lojistas, como é o caso do Eupago que disponibiliza uma integração com os principais meios de pagamento com total segurança e eficiência.


3. Suporte

Outro aspeto crucial para garantir o bom funcionamento da sua plataforma de e-commerce e evitar - ou resolver rapidamente - qualquer perturbação da experiência dos clientes, é o tipo de suporte oferecido.

Para usufruir de um serviço de qualidade e sem falhas, é necessário contar com uma equipa de suporte empenhada e disponível para ajudar com rapidez e eficácia. A Jumpseller, por exemplo, dispõe de uma equipa especializada e multilíngue (dispersa por vários continentes), e tem uma taxa de satisfação dos clientes de mais de 90%.

Sendo o e-commerce uma atividade centrada no cliente, contar com este nível de suporte para garantir o contínuo bom funcionamento da sua loja online certamente fará toda a diferença na hora de fidelizar os seus clientes.

serviço-cliente

4. Canais de Venda

Uma boa estratégia para maximizar o potencial do negócio online, atraindo e convertendo mais clientes, passa por alargar a presença da sua marca através de uma variedade de canais disponíveis para promover os seus produtos em diferentes mercados.

A Jumpseller, por exemplo, oferece-lhe a possibilidade de conectar facilmente o seu catálogo com várias plataformas de redes sociais e marketplaces (Facebook, Google Commerce, Whatsapp Business, OLX e Instagram).


5. Gestão do e-commerce

As ferramentas de gestão do seu e-commerce são igualmente importantes. O acesso a um dashboard intuitivo, que disponibilize relatórios de vendas e outros dados e insights do seu negócio online é essencial para tomar decisões informadas e ajustar a sua estratégia.


6. Otimização para SEO

As iniciativas de marketing são importantes para alcançar e atrair clientes. Dispor de bons produtos e um serviço ao cliente de excelência de nada servirão se a sua loja online não aparecer nos resultados de pesquisa quando os clientes procuram os produtos que tem no seu catálogo.

Assim, é essencial assegurar a otimização da sua loja online para SEO, cumprindo todos os requisitos para conseguir o melhor posicionamento nos motores de pesquisa: fazendo a devida estruturação dos diferentes elementos das páginas, definindo meta tags, fazendo a correta construção dos urls, etc.


7. Infraestrutura e segurança

A segurança de uma loja online é uma preocupação não apenas dos lojistas, mas também dos clientes. Como o aumento exponencial dos ataques cibernéticos e do roubo de dados pessoais e financeiros dos utilizadores, é importante proteger o seu negócio e os seus clientes.

Tenha em atenção, portanto, os sistemas e protocolos de segurança utilizados pelos fornecedores que está a avaliar e verifique como é garantida a integridade da rede e o alojamento do serviço.

A juntar a esta equação, segue-se a infraestrutura que é igualmente importante no momento de escolher a sua plataforma de e-commerce. Para o bom funcionamento da sua loja online, mesmo em situações de pico de tráfego (como é comum ocorrer em alturas como a Black Friday ou o Natal), necessita de uma plataforma que ofereça alta estabilidade.

Considere ainda a periodicidade com que são lançadas atualizações e novas funcionalidades, garantindo que opta por uma solução que se manterá, à partida, atualizada.


Conclusão

A escolha da plataforma de e-commerce certa é essencial para o sucesso do seu negócio online. Na hora de tomar a sua decisão, além de todos os aspetos acima referidos, verifique também as avaliações e os testemunhos de atuais clientes das plataformas que está a ponderar.

Comece a vender connosco!

Experimente grátis durante 14 dias. Não é necessário cartão de crédito.