Aprender

Crie um blog para a sua loja online

"Blogar é uma conversa, não um código"

O que é um blog e para que serve?

Quando um potencial comprador visita a sua loja, este pode não estar pronto para comprar, mas está pronto para ser educado.

Um blog contém diversos conteúdos multimédia - artigos, áudios, imagens e vídeos - conectados ao seu site, exibido ao utilizador em ordem cronológica.

O blog é um dos pilares da estratégia de marketing de conteúdo, um conceito usado para descrever a prática de gerar conteúdo valioso com a intenção de educar e ajudar os seus potenciais clientes.

E aqui, registe o seguinte: o marketing de conteúdo não é apenas mais uma maneira de vender superficialmente ou ser agressivo para as pessoas comprarem os seus produtos. É sobre educação e essa é a grande diferença comparando com a publicidade.

"Se não está a fazer marketing de conteúdo, está a perder uma ótima oportunidade. E o problema é que outras empresas o farão. Esta é uma das melhores maneiras para que os seus potenciais compradores encontrem a sua loja e aprendam com ela.” explica Emily Paterson, CEO da Quatrain Criativ.

blog


Contents

  1. 7 Vantagens de ter um blog para a sua loja online
  2. O que devo escrever?
  3. Formato de conteúdo
  4. Como criar um blog?
  5. 7 blogs para o inspirar

7 Vantagens de ter um blog para a sua loja online

  1. Adquira autoridade e credibilidade para a sua loja: Quando oferece uma biblioteca de artigos, downloads, estudos de caso, vídeos e podcasts, isso cria confiança na sua marca e cria um relacionamento.

  2. Se se tornar uma fonte para fornecer respostas às perguntas que os seus consumidores têm, posiciona-se como um líder do setor.

  3. Numa marca, a reputação é um valor intangível e imensurável. Um blog permite que a construa.

  4. Dá uma oportunidade para obter ações e gerar tráfego sem gastar um cêntimo.

  5. Um bom blog faz compradores leais. Se não fornecer informações e educação sobre o seu setor, o seu concorrente fará isso.

  6. Adicionar conteúdo ao seu site, permite que a sua loja tenha uma classificação mais alta nos mecanismos de busca.

  7. Ajuda-o a construir uma rede de conhecimento e contactos.

Tipos de blog

  • Blog pessoal É um meio de expressão para aqueles que querem comunicar ao mundo quem são, o que lhes interessa e como veem a vida. É interessante analisar como a maioria dos bloggers que começaram a escrever por paixão evoluíram o seu conteúdo e a sua comunidade para negócios online como plataformas para cursos online ou e-commerce. Um bom exemplo de um blog pessoal é Sincerely Jules, que tem 4,9 milhões de seguidores no Instagram. Ela é uma das bloggers mais famosas do mundo.

  • Blog corporativo A diferença entre uma empresa que apenas anuncia eventos e comunicados de imprensa no seu site e aquelas que oferecem um conteúdo variado para educar os seus clientes em potencial é notória. Dois exemplos de blogs corporativos na indústria de Fintech - finanças e tecnologia - são o Founderlist e o Fintual. O primeiro é um exemplo interessante da variedade de formatos e temas que pode oferecer num blog, a segunda é uma referência para visualizar como se diferenciar num setor, que normalmente tem um tom de comunicação séria, utilizando uma forma espontânea e irreverente de expressão.

  • Blog profissional Uma excelente maneira de construir uma marca pessoal para consultores e pessoas que se desejam diferenciar de outros profissionais no mercado. O exemplo escolhido é o de um empresário venezuelano que criou uma marca poderosa através do seu conteúdo, Vero Ruiz del Vizo.

  • Blog de nicho São aqueles que reúnem conteúdo para pessoas interessadas em determinados tópicos. Um dos nichos onde houve crescimento explosivo de bloggers é o da moda. Aqui está um exemplo de um espaço dedicado a esta indústria so-sophisticated.


O que devo escrever?

A primeira coisa que deve saber para escrever bem é quem é o seu comprador. Para fazer isso, é aconselhável criar uma Personalidade do Comprador, por exemplo:

buyer-persona

As principais perguntas que deve fazer são:

  • Quais são os seus perfis demográficos? Idade, rendimento, localização geográfica, quais são os seus problemas?

  • Quais são os seus objetivos?

  • Onde é que eles procuram informações?

  • Quem são os seus modelos?

  • A que tipo de grupos sociais é que eles pertencem?

Depois de esclarecer isso, faça uma lista dos produtos e serviços que oferece e o que deseja comunicar. Na combinação do que precisa que o seu cliente entenda e do que ele precisa, está o seu campo de criação.

Por exemplo, o problema do meu cliente é que não encontra lojas que ofereçam preços justos para comprar alimentos orgânicos e o meu eCommerce oferece esses produtos. Eu posso criar conteúdo com dicas para economizar dinheiro comprando frutas e legumes orgânicos.

Ideias para conteúdo

  1. Encontre palavras-chave e frases que são mais pesquisadas dentro do seu nicho. Para fazer isso, pode usar o planeador de palavras-chave do Google Adwords, Moz ou Semrush.

  2. Leia outros blogs no seu ramo para encontrar inspiração. E quando gosta de um conteúdo, pergunte a si mesmo: porque é que isso me impactou?

  3. Escreva sobre eventos relacionados com o seu negócio e as tendências atuais do seu setor.

  4. Inspire-se nos obstáculos que tem no seu trabalho e que os seus clientes podem enfrentar. Escreva sobre isso.

  5. Se tiver muitas palavras-chave para uma posição, poderá publicar uma série de posts sobre o mesmo tópico.

  6. Pergunte aos seus clientes que tipo de conteúdo gostariam de receber.


Formato de conteúdo

De acordo com Emily Paterson, CEO da Quatrain Creative, que tem uma equipa de mais de 100 freelancers a escrever para empresas em todo o mundo, deve haver dois tipos de conteúdo no seu blog:

  1. Evergreen - conteúdo completo e duradouro:

    • É publicado com menos frequência.
    • É longo e detalhado.
    • Não é uma prioridade de SEO, ou seja, não é criada para melhorar o posicionamento da sua loja, mas para oferecer uma educação completa aos seus clientes.
    • Exemplos: guias de produtos, e-books, whitepapers - um documento que ajuda a entender completamente um assunto, webinars e estudos de caso.
  2. Snackable - Um conteúdo leve e rápido para consumir:

    • Tem uma vida curta, o que significa que pode não ser relevante daqui a alguns meses.
    • É rápido para digerir.
    • Não há muita profundidade sobre o assunto.
    • Deve sempre promover conteúdo em maior profundidade. Por exemplo, documentos técnicos ou outros documentos para download.
    • Tipos: posts, infográficos, listas, vídeos curtos, vídeos interativos e questionários.

blogging-secrets

Dicas de bónus

  • Crie conteúdo visualmente atraente! Inclua imagens e escreva parágrafos curtos.

  • Sempre inclua um Call to Action (CTA): leia outro blog, conheça um produto / serviço, inscreva-se num boletim informativo, descarregue conteúdo extenso.

  • Se fizer upload de infográficos no seu blog, verifique se eles são responsivos: se ficam bem em computadores, telefones e tablets.

  • Ao enviar uma imagem, nomeie-a com palavras-chave para que ela também possa ser rastreada pelos mecanismos de pesquisa de imagens do Google.

  • Inclua vídeos no seu blog. Muitas vezes, o Google mostra nos resultados de pesquisa vídeos que começam com estas palavras: como, análises de produtos, tutoriais, o que está relacionado a exercícios físicos e desportos, a palavra entrevista.

  • 50% das consultas de pesquisa usam quatro palavras ou mais. Experimente usar frases mais longas nos seus títulos e tente usar uma frase semelhante no primeiro parágrafo dos artigos publicados. (As palavras-chave devem estar no nome do arquivo, no título e na descrição do vídeo.)

  • Crie tópicos para as próximas seis semanas e adicione a data de publicação a um calendário, tente seguir um cronograma. Planeie em ciclos de 6 meses.

  • Quando faz listas, lembre-se que os números mais populares são: 5, 15, 7 e 20. Por exemplo, 5 produtos imperdíveis para decorar a sua casa neste inverno.

  • Outras palavras-chave populares: melhor, pior, último, maior, mais estúpido, mais divertido.


Como criar um blog?

Para criar um blog com a sua loja online, tem duas opções: hospedá-lo dentro ou fora da sua plataforma. O importante é que, em ambos os casos, ele permaneça visível e conectado ao seu site. Deixe um link no seu menu, um simples "Blog" é bom! Alguns outros termos utilizados são: recursos, academia, biblioteca, publicações, aprender, guias.

Do ponto de vista do SEO, é 100% recomendado que o seu blog esteja hospedado na sua plataforma, pois quanto mais páginas de qualidade associar ao seu domínio, melhores serão os seus rankings no Google.

Pode facilmente adicionar um blog à sua loja online Jumpseller. Siga este guia para configurar o seu blog em menos de 5 minutos!


7 blogs para o inspirar

Crie uma Loja com a Avaliação Gratuita da Jumpseller