8 dicas de especialistas sobre como comprar um negócio de e-commerce

8 dicas de especialistas sobre como comprar um negócio de e-commerce

Comprar um negócio de e-commerce pode ser uma escolha melhor do que criar um a partir do zero. É muito mais fácil de crescer se se optar pelo negócio certo com fontes de tráfego sustentáveis, uma margem de lucro sólida, e um produto que se venda estavelmente ao longo de todo o ano.

A criação de raiz da sua própria loja online é difícil. Ou precisa de muito dinheiro ou de muito tempo para ter êxito a longo prazo.

Além disso, atualmente, é extremamente competitivo. É por isso que se tiver algum orçamento, pode ser uma boa ideia comprar um negócio de e-commerce existente.

A vantagem é que alguns negócios de e-commerce existentes já estão de certa forma consolidados e pode expandi-los com mais facilidade do que criar um novo negócio de raiz.

No entanto, se não souber o que está a fazer, também fracassará e apenas perderá dinheiro em vez de criar um negócio.

Existem algumas regras fundamentais a considerar ao comprar um negócio de e-commerce. Se pretende saber quais são estas regras básicas, veio ao sítio certo.

manage projects

Nesta publicação, verá os 8 aspetos mais importantes a considerar ao comprar um negócio de e-commerce.

Foque-se no lucro líquido e não no lucro total

Se analisar negócios online, a margem de lucro difere um pouco da de negócios SaaS (Software como um serviço).

Enquanto os negócios SaaS normalmente têm uma margem de lucro de cerca de 70% a 95%, não acontece o mesmo com negócios de e-commerce.

Se pretender comprar um negócio de e-commerce, não compre um negócio com receitas elevadas e uma margem de lucro baixa.

Afinal de contas, o que importa é o lucro líquido e não quanto vende.

Além disso, um negócio com uma margem de lucro baixa traz várias desvantagens.

Uma margem de lucro baixa também significa custos elevados de administração, muitas taxas e por aí fora.

Por fim, certifique-se de que se foca no lucro líquido e não no total das receitas.

Consulte a origem do tráfego

Antes de comprar um negócio de e-commerce, tem de compreender de onde vem o tráfego dessa loja.

É importante saber se o tráfego tem origem nas redes sociais, pesquisas pagas ou pesquisas orgânicas.

O negócio tem uma presença elevada nas redes sociais?

Além disso, tenha cuidado com lojas online que obtêm a maioria do tráfego de fontes de tráfego pagas.

Se for o caso, tem de compreender como publicar anúncios pagos. Caso contrário, não poderá manter os números de tráfego depois de comprar o negócio.

É sempre melhor e mais seguro se a maioria do tráfego vier de fontes orgânicas.

De acordo com o relatório de impacto económico, da Google, o tráfego de pesquisas orgânicas é 5 vezes mais importante do que o Google Ads.

Veja se o tráfego é sustentável

Este ponto vai de mão dada com a verificação das fontes de tráfego.

Para ter êxito a longo prazo, tem de verificar se o tráfego para a sua loja online é sustentável.

De modo geral, o tráfego orgânico é muito mais sustentável do que o tráfego pago.

Por exemplo, o tráfego orgânico pelo Pinterest é muito melhor do que tráfego pago através de Anúncios do Facebook.

Pense que a fonte de tráfego mais sustentável é a Pesquisa Google. Se a sua loja online tiver boas classificações no Google e a maioria do tráfego tiver origem na pesquisa do Google, não há problema.

Ver se as compras são sustentáveis

Como resultado de ver se o tráfego é sustentável, também tem de ver se as suas compras são sustentáveis.

Todos os anos, existe uma ou duas tendências que são um êxito durante alguns meses.

O que acontece depois?

Depois de alguns meses, já ninguém compra o produto.

Um bom exemplo é o Fidget Spinner, que foi um êxito durante 2 meses e do qual já ninguém fala hoje.

Quando compra um negócio de e-commerce, tem de ver se o produto se vai vender a longo prazo. Caso contrário, não faz sentido comprar o negócio.

Verifique fornecedores de serviços e outros parceiros

Se houver algum problema, por exemplo, com fornecedores ou outros parceiros, isto pode afetar o desempenho do seu negócio e, no final, irá custar muito dinheiro.

Por este motivo, certifique-se de que não há problemas de logística, como fornecedores, empresas de envio ou outros programas de parceiros como programas de afiliação.

Descubra o motivo pelo qual o negócio está à venda

Isto é um dos aspetos mais importantes a considerar ao comprar um negócio de e-commerce.

Na maioria dos casos, os negócios de e-commerce são vendidos porque os vendedores pretendem focar-se noutros projetos ou deixar o negócio porque pretendem desfrutar da sua vida.

No entanto, normalmente, um negócio de e-commerce está à venda porque o vendedor sabe que não tem muito valor.

Neste caso, o vendedor apenas pretende enganá-lo.

Tenha sempre cuidado e descubra o motivo pelo qual um negócio de e-commerce está à venda.

Encontre um método de avaliação do negócio

Para avaliar o negócio, precisará de um método de avaliação do negócio.

A forma mais fácil de determinar se vale a pena comprar o negócio consiste em calcular quanto tempo demorará a recuperar todo o investimento com o lucro líquido mensal existente.

Por exemplo, vamos supor que uma empresa ganha 20 000 € por ano e acaba por comprá-la por 40 000 €.

Neste caso, demoraria 2 anos a recuperar o seu investimento inicial.

De modo geral, não recomendo comprar uma empresa na qual este multiplicador é superior a 2,5.

Caso contrário, demorará muito tempo a lucrar, o que não é uma vantagem, uma vez que o mercado de e-commerce pode mudar com rapidez.

Além disso, tenha em atenção que pode aumentar as vendas e o lucro depois de comprar o negócio. Como tal, pode atingir o equilíbrio com mais rapidez.

Determine se consegue melhorar o desempenho do negócio

Na maioria dos casos, quando compra um negócio, pretende melhorar o desempenho do mesmo.

Assim, primeiro tem de ver se é possível.

Será fácil aumentar o lucro líquido ou existem obstáculos?

De modo geral, se pretende aumentar o lucro líquido, tem 2 opções:

  • Pode aumentar o total da faturação

  • Pode reduzir os seus custos

Por isso, antes de comprar um negócio de e-commerce, verifique estes aspetos:

Reduzir os seus custos: Veja se é possível obter um desconto dos fornecedores. Por exemplo, pode obter um desconto em encomendas grandes.

Marketing melhor: Veja se é possível melhorar o marketing de um negócio de e-commerce existente. Por exemplo, pode haver técnicas de marketing pouco utilizadas ou poderá apenas melhorar o design da loja online.

Aumentar o número de canais de vendas: Pode ver se todos os canais de vendas disponíveis são utilizados. Caso não estejam a ser utilizados, verifique outros canais de distribuição que pode utilizar para aumentar as vendas.

Reduzir o custo de outras despesas: Veja se é possível reduzir outras despesas como custos de subscrição de software.

Comece a vender connosco!

Experimente grátis durante 14 dias. Não é necessário cartão de crédito.